domingo, 11 de dezembro de 2011

Pará - Sentinela do Norte


Aos que sentem orgulho em ser paraense, hoje é um dia importante. Lembrando que não só hoje deveria ser importante, mas que o mesmo empenho de não deixar dividirem o Pará, seja também usado para cobrar dos nossos governantes soluções para os problemas que afligem o nosso estado.

Não vamos fazer dos que votam pela divisão do Pará nossos inimigos, afinal, eles foram ludibriados com promessas de que a região onde moram, teriam uma melhor administração. Os inescrupulosos estão lá para enganar aquela gente que espera por alguma solução por gerações... Sou contra a divisão do Pará, mas também sou contra o total esquecimento de determinadas regiões. Não somos um só? Então, é nosso dever cobrar isso.

Um chute no traseiro de todo aquele que tentar dividir o nosso querido estado, um chute no traseiro em todo aquele que tentar jogar uns contra os outros, nós, os paraenses.

Terei que justificar o meu voto por estar fora do Pará, mas é claro que se estivesse, votaria 55! 

Estamos juntos nessa ou não?

Hino do Pará

Salve, ó terra de ricas florestas,
Fecundadas ao sol do equador!
Teu destino é viver entre festas,
Do progresso, da paz e do amor!
Salve, ó terra de ricas florestas,
Fecundadas ao sol do equador!

Ó Pará, quanto orgulho ser filho,
De um colosso, tão belo e tão forte;
Juncaremos de flores teu trilho,
Do Brasil, sentinela do Norte.
E a deixar de manter esse brilho,
Preferimos, mil vezes, a morte!

Salve, ó terra de rios gigantes,
D'Amazônia, princesa louçã!
Tudo em ti são encantos vibrantes,
Desde a indústria à rudeza pagã,
Salve, ó terra de rios gigantes,
D'Amazônia, princesa louçã!

Ó Pará, quanto orgulho ser filho,
De um colosso, tão belo e tão forte;
Juncaremos de flores teu trilho,
Do Brasil, sentinela do Norte.
E a deixar de manter esse brilho,
Preferimos, mil vezes, a morte!


E a deixar de manter esse brilho,
Preferimos, mil vezes, a morte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários serão lidos e sempre que possível respondidos.