sexta-feira, 25 de maio de 2012

O Espetacular Homem-Aranha #Parte 2

The Amazing Spider-Man

Na postagem anterior sobre o novo filme do Homem-Aranha, faltaram detalhes sobre o vilão Lagarto e a família de Peter Parker, como eu havia prometido...

E aqui vamos nós investigar o passado de Peter, a tal da "história não contada".

  • Sobre os pais e os tios de Peter Parker

Richard e Mary Parker, um casal feliz que tem um filho, formando assim uma família feliz... aparentemente feliz. Mas não é bem assim, já que o casal esconde um segredo que pode colocar as suas vidas e a do filho em perigo, talvez até mesmo de toda uma cidade. Misterioso, não? 

Richard and Mary Parker
Quem desconfiaria desse casal feliz? Esses sorrisos escondem muita coisa...
Pois é, os pais de Peter desaparecem quando ele ainda é criança, sendo que o garoto passa a ser criado pelos tios, Ben e May Parker. O desaparecimento, a forma como isso aconteceu, sempre intrigou Peter. No filme ele começa a investigar o passado dos pais, depois de anos desconfiando da história contada pelos tios - eu não sei se no filme será o desastre aéreo, como é contado nos quadrinhos. 

Revirando tralhas guardadas em casa, Peter descobre um antigo crachá do pai, então funcionário da Oscorp. Sabendo deste detalhe do passado do pai, Peter fará de tudo para se infiltrar nas Indústrias Oscorp e tentar descobrir algo sobre um passado que ele desconhece.  É por isso que o subtítulo do filme é "A história não contada", o que se torna algo tão sem graça.

Os pais de Peter nunca tiveram tanta importância nos quadrinhos, a única coisa que realmente Peter descobre sobre os pais, é que eles eram agentes espiões da C.I.A e que morreram em um desastre aéreo durante uma missão. Apenas isso. Muito melhor do que esse passado envolvendo a Oscorp e ligando este fato com o acidente em que transforma Peter no Homem-Aranha.


Ben_May Parker
May e Ben Parker, os tios mais famosos dos quadrinhos, sem dúvida!
Em filme do Homem-Aranha jamais poderiam faltar os mais dedicados tios que alguém poderia ter: Tio Ben e Tia May, aqueles que criam Peter depois que os pais desaparecem do mapa. No filme, a medida em que Peter vai investigando e descobrindo detalhes sobre o passado dos pais, uma distância vai crescendo entre eles e os tios, que só querem proteger o garoto.

São esses os tios que criaram Peter com amor e carinho, tentando suprir a falta que os pais faziam na vida do garoto. Podemos até considerar que eles têm uma parcela de "culpa" em fazer com que Peter se torne um herói. 

De repente um garoto ganha super-poderes, caso nunca tivesse sido repassado e aprendido nada sobre moral e bons costumes, sobre valores, a primeira coisa que ele iria fazer seria "ganhar a vida" fazendo uso do dom que havia recebido. O que ele chega a fazer, por pouco tempo.

Peter aprende da pior maneira o que acontece quando somos egoístas ou quando não passamos a nos importar com o que acontece ao nosso redor. Nos quadrinhos, após ganhar os poderes, Peter vê nisso uma oportunidade de ganhar dinheiro, ser reconhecido, ter fama. Certo dia enquanto pega o pagamento por mais uma luta - ele passa a ser lutador de luta-livre, onde os lutadores usam máscaras, dando a oportunidade de preservar a sua identidade secreta -, um ladrão rouba a renda do empresário das lutas e foge, mas Peter não faz absolutamente nada, não se importa por não ser um problema seu.

Quando volta para casa, vê a polícia isolando a área na frente de sua casa e a Tia May em prantos, pois o seu Tio Ben havia reagido ao assalto que tinha acontecido pouco tempo antes de Peter chegar. Tio Ben morre. O mesmo ladrão que Peter não impediu de levar a renda de seu patrão das lutas, é o mesmo que vitimou o Tio Ben, ele reconhece o ladrão assim que o captura - no caso, a primeira aventura dele como super-herói.

Como o Peter não se sentirá culpado depois disso? Seria tudo apenas coincidência? Com essa tragédia, a célebre frase do Tio Ben: "Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades", se torna a máxima de Peter, entendendo que seus dons podem e devem ser usados para um bem maior... e é assim que Peter passa de um "simples" lutador mascarado, para o super-herói conhecido como Homem-Aranha.

No filme, também temos o Capitão Stacy, pai de Gwen, que investiga as ações do vigilante mascarado.


  • Dr. Curt Connors, o vilão Lagarto

  • Nem vou me estender muito ao falar sobre a escolha do vilão Lagarto, já que de longe ele é um dos vilões que dão dor de cabeça no super-herói. Nos quadrinhos, o Dr. Curt Connors é um dos professores de Peter e trabalha em uma experiência envolvendo DNA de répteis, tentando produzir alguma fórmula que seja capaz de regenerar membros em humanos, como acontece nos répteis. O Dr. consegue produzir uma fórmula, mas não existe certeza de sucesso, mesmo assim resolve aplicar no corpo, já que ele tem um braço amputado e quer testar o poder de regeneração. 

    Isso dá em %*#*, pois o Dr. Curt até consegue que o braço seja regenerado, mas ele se transforma em um enorme réptil que só quer destruir tudo o que vê pela frente - e o "Médico e o Monstro" serviu de inspiração na criação do personagem, pelo menos é o que parece. O Dr. Curt só se torna um "vilão" quando se transforma no Lagarto, isso ele não controla, e é exatamente por isso que Peter sempre lembra do homem de boa índole que existe sem a "maldição" do Lagarto, procurando deter o Lagarto a ponto de que o Dr. Curt retorne para a sua forma original.

    Se vocês assistiram o trailer, deu para perceber que o Dr. Curt Connors (Rhys Ifans) do filme é o tipo de gênio filha da #*%# que se torna insano em meio a tanta ambição. 

    Neste vídeo, mostra o começo da transformação do Dr. em Lagarto, que eu gostei bastante - sinistro ele gritando após aplicar a fórmula.


    Neste outro vídeo, um dos virais do filme, O Dr. Curt faz um convite para os jovens interessados em  participar de um programa de estágio nas Indústrias Oscorp . Essa chamada ficou muito legal, assista:


    "Apenas pense nas possibilidades"

    Nos quadrinhos, como eu disse, o Dr. Curt nunca foi um grande problema para o Homem-Aranha, mas essa idéia de mostrá-lo como um homem da ciência obcecado em descobrir algo significativo para a humanidade - na verdade é para ele e que se dane a humanidade -, não é de todo ruim. Junte todos os vilões da antiga trilogia e eles não dão um perto do vilão do novo filme do Homem-Aranha.

    • Lançadores de teia, e os efeitos especiais do Homem-Aranha

    Quem me conhece pessoalmente ou já leu algumas postagens deste blog sobre quadrinhos, sabe que o meu personagem das HQ's favorito é o Homem-Aranha - existe outro personagem, o Batman da DC Comics -, e isso desde a minha infância.

    E não somente eu, mas boa parte dos fãs quando crianças sempre gostaram do fato do Homem-Aranha disparar teias. Ver o Peter Parker construir o lançador/disparador no filme, será nostálgico e uma grande novidade, já que na trilogia anterior o antigo Peter solta teia orgânica.

    lançadores
    Onde compra um desses?
    Nesse novo filme o Peter Parker irá construir os disparadores/lançadores de teia e criar um fluído capaz de ficar sólido em contato com o ar, o que realmente acontece nos quadrinhos. Teve gente que não gostou dessa alteração, achando que é mais coerente ele produzir a teia de forma orgânica e conseguir lançar ela sem a ajuda de disparadores, já que a aranha produz a sua teia... Não vai demorar, mas vai ter gente querendo que ele solte teia pela bunda.

    Existe um Homem-Aranha que produz teia orgânica, esse Homem-Aranha é o do futuro, da série “Homem-Aranha 2099”, onde mostra um possível futuro do universo Marvel. Peter Parker, aquele franzino nerd, é um verdadeiro gênio do universo dos quadrinhos da Marvel; e até Reed Richards, líder do Quarteto Fantástico, fica admirado com o intelecto do misterioso Homem-Aranha ao ver ele operar com facilidade a complexa tecnologia instalada no edifício Baxter (Q.G do Quarteto Fantástico).

    Esse fato ocorre quando o Homem-Aranha participa de uma aventura com o Quarteto Fantástico, mas o grupo não sabia a verdadeira identidade do super-herói, freqüentemente alvo do jornal "Clarim Diário" - o mesmo jornal em que Peter trabalha como fotógrafo freelancer -, que propaga a notícia de que o mascarado é, na verdade, um criminoso.

    Peter Parker
    Esse moleque vai explodir a casa, eu tô avisando!
    Após criar um fluído capaz de ficar sólido ao entrar em contato com o ar, tendo certa resistência e flexibilidade, Peter desenvolve a tecnologia necessária para poder lançar sua teia artificial: os disparadores de teia. Peter Parker ainda esconde um cinto por baixo do uniforme, onde existem cápsulas de fluído de teia para que ele possa recarregar os disparadores. Esse é só um mero detalhe que comprova o fato de que Peter Parker é um brilhante cientista. 

    Se existe algo que eu gostei muito desde que assisti o primeiro trailer do filme, é que o filme tem cenas do Homem-Aranha escalando e saltando pelos prédios em primeira pessoa, tornando a experiência em assistir o filme, mesmo sem ser 3D, mais interessante. 


    Okay, para os jogadores de videogame, é impossível não lembrar do incrível jogo Mirror's Edge


    Fantástico, né? Não sei quem teve a idéia de fazer cenas do Homem-Aranha em primeira pessoa, se foi do diretor Marc Webb ou outra pessoa, mas não importa, com certeza foi uma grande idéia. E eu nem gosto de assistir filme em 3D, mas esse filme do Homem-Aranha terei que assistir com o recurso.

    E no terceiro trailer, ver algumas cenas em que mostra o Homem-Aranha em ação, é de deixar qualquer fã dos quadrinhos do super-herói empolgado por conta da semelhança com o que ocorre nas HQ's: o Homem-Aranha e suas acrobacias, dando um show de habilidade em cada aventura.


    Em 0:53 do vídeo, é a cena que mais gosto desse trailer. É como eu digo: "isso é muito estilo quadrinhos". E se isso já é legal no filme, imaginem o "sentido-aranha"...

    Bom, agora é só esperar pelo filme do "amigão da vizinhança" que estréia 6 de julho no Brasil

    O Espetacular Homem-Aranha, um dos mais populares super-heróis dos quadrinhos, criado por Stan Lee e Steve Ditko, apareceu pela primeira vez na revista Amazing Fantasy #15, em 1962.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Todos os comentários serão lidos e sempre que possível respondidos.